ARCHICAD

ARCHICAD: Um software feito por arquitetos para arquitetos

Tendo por base o conceito que cada profissão da indústria da construção tem métodos de trabalho muito diferentes, a GRAPHISOFT acredita que a melhor maneira de atender a essas necessidades é através de softwares especializados.

O ARCHICAD, presentemente na versão 21, é considerado o mais sofisticado software BIM para arquitetos. A GRAPHISOFT desenvolve há mais de 30 anos um software que atende ás necessidades especificas dos arquitetos em todo o mundo.

Estas características únicas são reconhecidas por todos os usuários do ARCHICAD, como por exemplo pela Fernandes Arquitetos Associados, de São Paulo:

A GRAPHISOFT tem como missão produzir uma ferramenta que aumente a produtividade dos escritórios de arquitetura, como é reconhecido por outro cliente, a Ideia 1 de Porto Alegre:

Uma das razões que tantos arquitetos optam pelo ARCHICAD, é por verem a GRAPHISOFT não apenas como desenvolvedor de software, mas principalmente como parceiros de negócio, como testemunha a DMDV de São Paulo:

DMDV

 

1. Instalação e Licença

O ARCHICAD é comercializado tanto em licenças perpétuas como em licenças temporárias de aluguel. Os valores variam em função do numero e tipo de licenças. Você pode entrar em contato com a rede de agentes da ArchiCAD. Clique aqui para mais informações.

A GRAPHISOFT também celebrou um protocolo com o CAU/BR, que dá acesso a arquitetos registrados de uma licença de aluguel do seu produto de entrada – o ARCHICAD SOLO 21 – com desconto até 40%: Clique aqui

Esta versão foi desenhada para arquitetos que trabalham sozinhos, e o aluguel anual é pago mensalmente por cartão, num valor próximo de R$ 165,00 por mês.

Para escolas, professores e alunos, a GRAPHISOFT disponibiliza o ARCHICAD gratuito durante toda a duração do curso. Clique aqui para saber mais.

 

2. Interface e Template

O ARCHICAD vem sendo localizado para o Brasil desde a sua versão 16. A localização envolve muito mais do que a simples tradução do software para o idioma local, ela pretende de fato incorporar o idioma, mas também as normas e as necessidades locais em termos de bibliotecas e representação. Este é um trabalho continuo, que não se esgota, e que tem sido feito com maestria por um arquiteto de Pernambuco, o Max Andrade. 

Para contar um pouquinho desta história e o que está por traz da versão BRA do ARCHICAD, veja a entrevista com o Max, que você pode conferir clicando aqui.

Mas além da tradução do software, essa adaptação (localização) também engloba todas as preferências, padrões e favoritos brasileiros que são incluídos no template da versão. O template da versão 21 foi desenvolvido pelo arquiteto Vinicius Lima, que fez um primoroso trabalho na criação dos Favoritos das novas ferramentas Escada e Guarda-Corpo, e na adaptação das outras novidades e melhorias do ARCHICAD 21, em especial o Gestor de Classificação.

Veja o Vinícius apresentando no Webinar do ARCHICAD 21:

 

3. Modelagem 3D e Paramétrica

O ARCHICAD, pela sua maturidade de mais de 30 anos no mercado, possui uma extensa lista de funcionalidades e fluxos de trabalho especificamente desenhados para atender as necessidades dos arquitetos:

 

Exemplo disso é a enorme biblioteca de objetos totalmente paramétricos que está incluída no software, e que atende à maioria das solicitações de um projeto, fazendo com que seja possível começar a trabalhar imediatamente. 

Outro exemplo é a novíssima ferramenta escada e guarda-corpo, lançada no ARCHICAD 21, e que permite ao arquiteto desenvolver qualquer tipo de escada em minutos:

Uma das funcionalidades mais apreciadas pelos arquitetos que utilizam o ARCHICAD é a possibilidade de exportar com um simples clique os modelos e pranchas para dispositivos móveis – tablets e smartfones – sem qualquer custo acrescido. Deste modo podem partilhar o projeto com clientes, engenheiros, construtoras e todos os restantes intervenientes na produção e manutenção dos edifícios. Esta tecnologia se chama BIMx, e está explicada detalhadamente neste webinar:

 

Como o BIM é não só o modelo, mas principalmente a “Informação”, O ARCHICAD possui diversas ferramentas que facilitam o gerenciamento dessa informação, de um modo gráfico e intuitivo, como está explicado neste webinar:

 

4. Exportação e Integração

O ARCHICAD exporta e importa os mais diversos formatos de arquivo, incluindo .dwg, .dxf, .dwf, .3ds entre outros.

Também é possível exportar planilhas em formato .xls, complementá-las no Excel e retornar essa informação para o ARCHICAD, sem necessidade de add-nos.

Para o PDF, não é somente possível exportar e importar, mas é também possível “explodir” um .pdf vetorial e transformá-lo em elementos editáveis dentro do ARCHICAD:

 

O ARCHICAD encontra-se certificado para exportação e importação em formato .ifc, o standard da indústria para a interoperabilidade entre softwares BIM. Com esta certificação, o usuário do ARCHICAD pode trocar modelos com centenas de outros softwares BIM, nacionais e estrangeiros, como sejam Eberick, QiBuilder, TQS, SCIA, Allplan, Solibri, Tekla, DDS-CAD, VICO, entre muitos outros. Este processo de trabalho encontra-se descrito detalhadamente no evento OPEN BIM realizado em 2017 em São Paulo: